20 de Janeiro de 2017 / às 20:13 / em 10 meses

Cresce número de emissoras de TV dos EUA que adotam modelo de exibição da Netflix

LOS ANGELES, Estados Unidos (Reuters) - Emissoras tradicionais de televisão estão seguindo o modelo de transmissão adotado pela Netflix e liberando para os telespectadores todos os novos episódios de seus seriados de uma vez.

A estratégia representa um desafio direto à Netflix e uma maneira das redes tradicionais de televisão de alcançarem uma audiência mais nova e ligada em tecnologias digitais, que prefere definir o momento de assistir aos programas.

A rede Freeform, da Walt Disney, que foca no público mais jovem, colocou toda a temporada de 10 episódios do drama de ficção científica “Beyond” em plataformas de transmissão pela Internet em 2 de janeiro, uma novidade para o canal.

Cerca de 14 milhões de pessoas assistiram à “Beyond” na televisão e pela Internet durante a primeira semana. Cerca de 745 mil terminaram de ver a temporada em várias plataformas, afirmou a emissora.

Em seu balanço trimestral divulgado nesta semana, a Netflix ressaltou a crescente competição de rivais que estão adotando a estratégia de liberar temporadas completas em meios digitais. A britânica BBC, por exemplo, anunciou mais cedo neste mês que vai distribuir temporadas inteiras de séries de sucesso antes do fim da exibição tradicional dos episódios na TV.

“Presumimos que a HBO não esteja muito atrás da BBC”, acrescentou a Netflix. Um porta-voz da HBO não comentou o assunto.

“Para resumir, o mercado está se transformando em um mundo de TV pela Internet, algo que representa desafios e oportunidades para a Netflix conforme nos esforçamos para conquistar audiência”, disse o serviço de streaming.

A Netflix popularizou o chamado “binge viewing” em 2013, com o lançamento de todos os episódios de uma temporada de “House of Cards”. O serviço por assinatura da companhia alcançou 94 milhões de clientes ao final de 2016, informou a empresa na quarta-feira.

Os anunciantes enxergam vantagens na liberação das temporadas completas de seriados, disse Andy Donchin, vice-presidente de investimento da Dentsu Aegis Network.

“Se as pessoas querem assistir desse jeito, elas provavelmente são telespectadores altamente engajados”, disse Donchin. “Se você está engajado com um programa, espera-se que você esteja também engajado com os comerciais.”

Por Lisa Richwine

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below