2 de Fevereiro de 2017 / às 20:55 / 10 meses atrás

Microsoft pede para governo Trump programa de exceção em pedidos de imigração

(Reuters) - A Microsoft informou nesta quinta-feira que enviou uma proposta ao governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para criar um programa que permita que pessoas de sete países predominantemente muçulmanos entrem e saiam dos Estados Unidos em viagens de negócios ou de emergência familiares ou que não tenham cometido nenhum crime.

Em uma carta ao secretário de Segurança Interna, John Kelly, e ao secretário de Estado, Rex Tillerson, o presidente da Microsoft, Brad Smith, delineou um programa para revisão caso a caso das exceções a uma proibição de viagens instituída na semana passada.

A proposta da empresa argumenta que os secretários têm o poder de conceder exceções à proibição de viagens por ordem emitida na semana passada pelo presidente Trump.

Empresas de tecnologia como Microsoft, Alphabet, dona do Google; Apple e Amazon.com têm se manifestado contrariamente à ordem de Trump, argumentando que elas dependem de trabalhadores de todo o mundo para permitir a continuidade de suas atividades.

Por Stephen Nellis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below