17 de Fevereiro de 2017 / às 23:16 / em 10 meses

BlackRock reduz participação no Google

NOVA YORK (Reuters) - Gestores do maior fundo mútuo do BlackRock, temendo que as políticas de Trump prejudiquem companhias de tecnologia com fortes fluxos de receita externa, reorganizaram suas principais participações e parece que uma das primeiras vítimas é o Google.

A Alphabet ficou fora da lista de maiores investimentos do fundo após o fundo de alocação global BlackRock de 41 bilhões de dólares reduzir sua participação de quase meio bilhão de dólares na dona da Google em janeiro.

No ano passado, as ações da Alphabet classe C, que representavam cerca de 1 por cento do total de ativos do fundo, estavam na sua lista dos 10 primeiros.

A partir de 31 de janeiro, a lista ainda inclui outros inovadores de tecnologia, como Apple, Amazon, Uber e Facebook, segundo o site da BlackRock.

As divulgações mais recentes não esclarecem quanto da participação do Alphabet foi vendida.

A Alphabet não respondeu a pedidos de comentário. A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, não quis comentar.

A Alphabet ganhou 53 por cento de sua receita fora dos EUA no ano passado. O valor foi reduzido pela força do dólar dos EUA contra a libra britânica, o euro e outras moedas correntes.

O presidente dos EUA, Donald Trump, promoveu uma série de reformas comerciais e tributárias para impulsionar o crescimento interno, algumas das quais poderiam também impulsionar o dólar.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below