10 de Abril de 2017 / às 11:52 / em 8 meses

Vivendi indica que quer que seu presidente-executivo comande conselho da Telecom Italia

MILÃO (Reuters) - A Vivendi indicou que quer que seu presidente-executivo, Arnaud de Puyfontaine, seja o novo presidente do conselho de administração da Telecom Italia, conforme lista de candidatos apresentada no domingo.

O mandato do atual conselho da Telecom Italia é de três anos e expira no próximo mês. Acionistas selecionarão novos membros durante assembleia marcada para 4 de maio e os novos membros do conselho escolherão um presidente do colegiado da companhia no dia seguinte.

A Vivendi, que é a maior acionista da Telecom Italia, com 24 por cento de participação, quer obter 10 assentos no conselho de administração do grupo italiano, que deve ser reduzido para 15 membros.

Apesar da sinalização em torno de Puyfontaine, o grupo francês de mídia também incluiu o nome do atual presidente do conselho da Telecom Italia, Giuseppe Recchi, o que torna tecnicamente possível que ele seja confirmado no cargo.

A escolha do próximo presidente do conselho da Telecom Italia, que controla no Brasil a TIM, é um assunto politicamente sensível porque pode agravar preocupações sobre a crescente influência da Vivendi sobre companhias italianas.

O grupo francês assumiu uma participação significativa na emissora italiana Mediaset, levando a rumores de que a Vivendi planeja combinar as duas empresas.

Por Silvia Aloisi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below