10 de Abril de 2017 / às 18:37 / em 8 meses

Riachuelo segue rivais e estreia comércio eletrônico apostando em integração com loja física

SÃO PAULO (Reuters) - A rede de varejo de vestuário Riachuelo, controlada pela Guararapes, prevê lançar na última semana de abril sua plataforma de comércio eletrônico, acompanhando o movimento de outras gigantes do setor.

Foram investidos 28 milhões de reais no novo canal, que estreia com 15 mil itens à venda, o mesmo volume disponibilizado nas lojas físicas da rede, disse a empresa em nota.

A estratégia mira um canal que tem crescido de forma mais acelerada que o varejo tradicional, com empresas de moda apenas online como o Grupo Dafiti vendo a receita líquida com venda de mercadoria subindo dois dígitos.

Segundo a empresa de informações sobre o varejo eletrônico no país Ebit, no ano passado, o faturamento no comércio eletrônico teve alta nominal de 7,4 por cento ante 2015. As vendas apuradas na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, por sua vez, encolheram 6,2 por cento.

De acordo com o chefe da divisão de comércio eletrônico da Riachuelo, Jonas Ferreira, a rede chega nesse mercado depois dos maiores participantes, o que permitiu ‘analisar o que deu certo ou não”.

A Lojas Renner vem fortalecendo seu comércio eletrônico, principalmente após mudança da base tecnológica da empresa (ERP) no ano passado, com vistas a aumentar a fatia dessas vendas no universo da companhia.

Neste ano, no preview de lançamento da coleção, as peças da Lojas Renner já estavam disponíveis na plataforma online, que já conta com todo o mix disponível nas unidades físicas, além de marcas exclusivas para o comércio eletrônico.

A C&A também implementou em 2016 uma série de iniciativas digitais para possibilitar a integração total de suas lojas físicas com a loja virtual, com o lançamento nos últimos meses de projetos como Clique & Retire e Aplicativo C&A, entre outros.

De acordo com Ferreira, da Riachuelo, o maior desafio foi implantar a plataforma em sinergia com a operação física e com o centro de distribuição, que atenderá às demandas de ambas.

Os clientes da rede poderão realizar trocas e cancelamentos, além de tirar dúvidas sobre compras realizadas no plataforma online no ambiente físico. Futuramente também será possível realizar compras pelo site nos próprios pontos de venda.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below