2 de Maio de 2017 / às 13:43 / em 6 meses

Empresa indiana de TI Infosys planeja contratar 10 mil nos EUA

SAN FRANCISCO/MUMBAI (Reuters) - A empresa indiana de tecnologia da informação Infosys informou que planeja contratar 10 mil trabalhadores norte-americanos nos próximos dois anos e abrir quatro centros de tecnologia nos Estados Unidos, começando em agosto com um em Indiana, Estado do vice-presidente Mike Pence.

A iniciativa surge no momento em que a Infosys e alguns pares indianos, como a Tata Consultancy Services e a Wipro, se tornaram alvo político nos EUA por trazer estrangeiros ao país com visto temporário para atender clientes.

Empresas de tecnologia da informação dependem muito do programa de vistos H1-B, que o presidente norte-americano, Donald Trump, pediu que agências federais revisem.

Em entrevista por telefone à Reuters, o presidente da Infosys, Vishal Sikka, disse que a companhia planeja contratar trabalhadores norte-americanos em áreas como inteligência artificial.

“Quando você pensa sobre isso do ponto de vista dos EUA, obviamente criar mais empregos e oportunidades aos norte-americanos é uma coisa boa”, afirmou Sikka.

Embora empresas indianas de terceirização estejam recrutando nos EUA, a Infosys é a primeira a apresentar números concretos e prazos após a revisão das regras de visto anunciada por Trump.

No mês passado, duas fontes do setor disseram à Reuters que a Infosys estava requerendo apenas mil vistos H-1B neste ano. Uma delas afirmou que foram 6.500 pedidos em 2016 e cerca de 9 mil em 2015.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below