4 de Maio de 2017 / às 18:06 / 4 meses atrás

Amazon abre novo centro de pesquisa e desenvolvimento no Reino Unido

LONDRES (Reuters) - A Amazon planeja abrir um novo centro na universidade de Cambridge para cientistas desenvolverem tecnologias incluindo a assistente digital Alexa usada no alto-falante Echo.

Com capacidade para mais de 400 cientistas e engenheiros quando inaugurado, o prédio destaca o compromisso do grupo americano com a Grã-Bretanha, onde a Amazon disse que investiu 6,4 bilhões de libras desde 2010.

O centro ficará no coração de um centro tecnológico regional conhecido com Pântano do Silício, e será usado para desenvolver o Prime Air, programa da empresa para usar drones na entrega de encomendas a consumidores em 30 minutos ou menos depois que o novo prédio for aberto, disse a Amazon nesta quinta-feira.

Como as rivais Google, Apple, e Facebook, a Amazon continua a investir na Grã-Bretanha apesar da votação no ano passado para que o país deixe a União Europeia.

A companhia se comprometeu a criar 5 mil novos postos no país em 2017, ampliando sua força de trabalho para 24 mil.

"No fim deste ano, teremos mais de mil cargos relacionados à inovação na Grã-Bretanha, trabalhando em tudo desde aprendizagem de maquinas e tecnologia de drones até tecnologia de vídeo por streaming e serviços online da Amazon", disse Doug Gurr, diretor da empresa no Reino Unido.

Por Paul Sandle

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below