May 13, 2017 / 1:16 PM / in a year

Renault interrompe produção em algumas unidades após ataques cibernéticos

PARIS (Reuters) - A montadora francesa Renault interrompeu a produção em algumas unidades neste sábado para prevenir a disseminação de um ataque cibernético global que atingiu seus sistemas de computação, disse um porta-voz da empresa.

“Medidas proativas foram adotadas, incluindo a suspensão temporária da atividade industrial em alguns locais”, disse o porta-voz.

A Procuradoria de Paris abriu uma investigação sobre os ataques cibernéticos, disse uma fonte judicial à Reuters neste sábado. O inquérito inclui “a Renault e outras possíveis vítimas”, de acordo com a fonte.

A unidade da Renault em Sandouville, no noroeste da França, foi uma das fábricas que interromperam a produção, disse o porta-voz da empresa, que não forneceu uma lista completa de locais afetados.

A montadora é a primeira grande empresa francesa a confirmar ter sido afetada pelo ataque cibernético “ransomware” —no qual os invasores costumam pedir um resgate para destravar os sistemas atacados—, que atingiu dezenas de milhares de computadores em quase 100 países.

O Grupo PSA, concorrente da Renault, não foi afetado, disse um porta-voz neste sábado.

Reportagem de Mathieu Rosemain e Yann Le Guernigou; Reportagem adicional de Emmanuel Jarry

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below