26 de Maio de 2017 / às 21:13 / em 7 meses

Anatel analisa projeto de bloqueio para celulares irregulares

(Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta sexta-feira que o seu conselho diretor vai analisar uma proposta para bloquear celulares irregulares no Brasil.

Segundo a proposta, os aparelhos que não tem certificação da agência e IMEI - código de identificação internacional - válido serão bloqueados.

Pela proposta, antes do aparelho irregular ser bloqueado, o usuário receberá avisos da operadoras. Após o envio dos avisos, contará um prazo de 75 dias para o bloqueio ser efetivado.

Representantes da Anatel não comentaram o assunto.

Eduardo Tude, presidente da empresa de consultoria em telecomunicações Teleco, disse que a operação da Anatel não visa os celulares irregulares que já estão ativos, mas quer evitar que novos aparelhos sem IMEI válido comecem a operar no país.

Na semana passada, a Agência proibiu a venda de microcelulares no site de comércio eletrônico Mercado Livre, em meio a denúncias de que os aparelhos estão sendo usados para burlar a segurança de prisões.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below