2 de Junho de 2017 / às 18:32 / em 3 meses

Fabricantes de processadores buscam novos horizontes além de smartphones

Demostração do robô doméstico Zenbo na Computex Taipei 1/06/2016Tyrone Siu

TAIPÉ (Reuters) - Fabricantes de chips mudaram de foco na principal feira de tecnologia de Taiwan nesta semana, apostando em novas áreas, como carros autônomos, realidade virtual e inteligência artificial, buscando diversificação em meio à intensa concorrência no segmento de smartphones que tem pressionado para baixo os preços de componentes.

O Computex Taipei, agora em seu 36º ano, tem sido um evento historicamente significativo, onde fabricantes de componentes eletrônicos mostram seus processadores e outros produtos, que representam uma grande parte da economia de Taiwan.

Em meio a uma queda nos preços de processadores, companhias vinham buscando chamar a atenção com outros lançamentos, como o Zenbo, um robô doméstico desenvolvido pela Asustek Computer, que canta, tira fotos e ajuda nos afazeres domésticos.

Neste ano, a atenção retornou para os processadores, mas desta vez mais voltados para a "internet das coisas", uma palavra de efeito usada para descrever conectividade entre um crescente número de dispositivos.

"Ano passado foram feitas muitas promessas, e neste ano há uma realização material", disse Hugo Swart, chefe de desenvolvimento de negócios e gerenciamento de produtos de internet das coisas e eletrônicos de consumo da Qualcomm.

Esforços para impulsionar a capacidade de processadores de inteligência artificial, uma tecnologia chave por trás de carros autônomos, tem tido destaque na feira.

A companhia de computação visual Nvidia tem se concentrado na unidade de processamento gráfico Volta, produto de 3 bilhões de dólares em investimento em pesquisa e desenvolvimento. O processador será usado em carros "inteligentes", tais como o da Tesla.

Embora fabricantes de chips, no passado, tenham apostado em desenvolvimento e pesquisa para atender a demandas do mercado global de smartphones, elas agora estão colocando essas capacidades para outros usos -- como no caso da chinesa Goodix, que está desenvolvendo aplicativos de biometria para computadores e automóveis.

Por Jess Macy Yu e J.R. Wu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below