19 de Julho de 2017 / às 16:39 / em 4 meses

Apple nomeia nova diretora para China em esforço de adaptação à nova legislação chinesa

PEQUIM (Reuters) - A Apple nomeou uma diretora-geral para a China, um cargo recém criado, em ação focada em localização de recursos de produtos e cumprir novos regulamentos do país sobre empresas de tecnologia estrangeiras.

Loja da Apple em Pequim 28/07/2016 REUTERS/Thomas Peter

Isabel Ge Mahe, que trabalhou em área de tecnologia sem fio na Apple por nove anos, coordenará uma equipe em todo território chinês, declarou a empresa.

“A Apple está comprometida em investir e se expandir na China”, declarou o presidente-executivo, Tim Cook. “Estamos ansiosos para fazer contribuições ainda maiores sob sua liderança.”

O anúncio chega à medida que a Apple trabalha para estar em conformidade com a nova lei que exige que empresas estrangeiras armazenem dados localmente em parceria com empresas locais.

“Estou ansiosa para aprofundar as conexões de nossa equipe com clientes, governo e empresas na China para promovermos inovação e sustentabilidade”, declarou Ge Mahe que responderá diretamente à Cook e ao vice-presidente de operações Jim Williams.

Por Cate Cadell

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below