20 de Julho de 2017 / às 13:10 / em 3 meses

Dinamarquesa Maersk introduz novos sistema de segurança após ataque cibernético

Navio da Maersk no pordo de Nova York 27/06/2017 REUTERS/Brendan McDermid

COPENHAGUE (Reuters) - A A.P. Moller-Maersk informou nesta quinta-feira que seu software antivírus não foi efetivo contra um novo tipo de ataque que atingiu a gigante dinamarquesa no mês passado, mas acrescentou que medidas adicionais de proteção agora estão sendo implementadas.

“Esse ataque de vírus foi um tipo anteriormente não visto, e atualizações e correções aplicadas tanto ao sistema Windows (da Microsoft) quanto ao nosso (programa) antivírus não serviram como proteção efetiva nesse caso particular”, informou a Maersk em comunicado.

“Em resposta a esse novo tipo de malware, nós implementamos medidas adicionais e diferentes de proteção”, acrescentou a empresa.

A Maersk ainda disse que, embora as operações e comunicações tenham sido significativamente afetadas pelo ataque do vírus, não houve nenhuma violação de dados ou perda para terceiros. Nem o vírus se espalhou entre as redes ou pela Internet, segundo a companhia.

Por Jacob Gronholt-Pedersen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below