9 de Agosto de 2017 / às 16:19 / 11 dias atrás

Japan Display considera levantar capital para se adaptar à adoção de telas OLED pela Apple

Presidente-executivo da Japan Display, Nobuhiro Higashiiriki, durante coletiva com jornalistas em Tóquio 9/08/2017Issei Kato

TÓQUIO (Reuters) - A Japan Display disse que está considerando recorrer a novos investidores para obter capital e se atualizar em relação às telas de diodo orgânico emissor de luz (OLED), já que seu atraso na adoção desta tecnologia está custando à fabricante de telas encomendas perdidas de seu maior cliente, a Apple.

A fabricante de telas de cristal líquido (LCD) também ressaltou nesta quarta-feira uma restruturação operacional sob a qual irá racionalizar as linhas de produção e cortar 3.700 empregos, ou 30 por cento de sua força de trabalho, resultando em um prejuízo especial de 170 bilhões de ienes neste ano.

A empresa planeja iniciar a produção em massa de telas OLED para smartphones apenas em 2019, enquanto a Apple, cujas encomendas representam mais de metade das vendas atuais da empresa, deve começar a adotar o OLED no iPhone no final deste ano.

"Agora não vemos futuro para o negócio de telas de smartphones sem OLED", disse o presidente-executivo da Japan Display, Nobuhiro Higashiiriki. "Nós mudamos estrategicamente nossa direção."

No vermelho nos últimos três anos, a Japan Display teve prejuízo líquido de 31,5 bilhões de ienes (equivalentes a 286,13 milhões de dólares) no trimestre encerrado em junho, ante uma perda de 11,8 bilhões de ienes há um ano.

Por Makiko Yamazaki; reportagem adicional por Taiga Uranaka

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below