30 de Outubro de 2017 / às 22:28 / em 2 meses

Netflix encerrará "House of Cards" e se diz "perturbado" com alegação de assédio contra Kevin Spacey

LOS ANGELES (Reuters) - O popular drama político do Netflix “House of Cards” vai ser encerrado depois da sexta temporada, informou a companhia nesta segunda-feira, um dia após uma alegação de assédio sexual ter surgido contra o astro da série, o ator Kevin Spacey.

Kevin Spacey no Tony Awards 11/06/2017 REUTERS/Carlo Allegri

O Netflix também disse em comunicado que estava “profundamente perturbado” sobre uma alegação feita contra Spacey pelo ator Anthony Rapp, o qual disse que Spacey havia feito um avanço sexual sobre ele em 1986, quando Rapp tinha apenas 14 anos.

O Netflix não deu uma razão específica para encerrar “House of Cards”, série premiada com o Emmy e aclamada pela crítica.

Mas a porta-voz do Netflix, Karen Barragan, disse que a decisão foi tomada há meses, muito antes de a denúncia surgir contra Spacey, de 58 anos, duas vezes vencedor do Oscar.

Spacey disse pelo Twitter no domingo que estava “além de horrorizado” de ouvir a história de Rapp sobre o encontro, do qual disse não se lembrar. Ele escreveu que devia a Rapp “sinceras desculpas” pelo que disse possivelmente se tratar de um “comportamento profudamente inapropriado de alguém embriagado”.

Um representante de Spacey não respondeu imediatamento a pedidos de comentários da Reuters.

Por Piya Sinha-Roy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below