21 de Novembro de 2017 / às 15:42 / em 25 dias

Celulares para lápides: Hong Kong se volta à realidade virtual para honrar antepassados

HONG KONG (Reuters) - A falta de espaço para os cemitérios na superlotada Hong Kong entra em conflito com a antiga tradição chinesa de reverenciar os antepassados.

Mas um empresário usa um software de realidade virtual para conciliar os dois, permitindo que as pessoas honrem as tradições confucionistas de obrigações familiares no território onde armazenar as cinzas de seus entes queridos pode custar até 130 mil dólares.

A empresa de Anthony Yau, a iVeneration.com, oferece aos usuários a capacidade de criar lápides virtuais em qualquer lugar em uma paisagem de realidade aumentada de Hong Kong, incluindo lugares tão improváveis ​​como um parque do centro da cidade.

Além da economia de custos, Yau espera que seu modelo de negócios atraia moradores com mais consciência ecológica.

“Os mortos estão ocupando muito mais espaço do que os vivos, à medida que aqueles que estão enterrados usam esse pedaço de terra por muitos anos”, disse Yau, enquanto manipulava seu celular para posicionar corretamente uma vela na frente de uma lápide virtual.

Yau, que espera lançar o site ao público no primeiro trimestre de 2018, já atraiu 300 usuários.

Por Pak Yiu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below