22 de Novembro de 2017 / às 11:05 / em 23 dias

Órgão regulador britânico diz que vazamento de dados do Uber gera "enormes preocupações"

LONDRES (Reuters) - O pagamento secreto de 100 mil dólares feito pelo Uber a hackers para encobrir um enorme vazamento de dados de motoristas e usuários levantou “enormes preocupações” sobre suas políticas de dados e ética, informou nesta quarta-feira o órgão regulador de proteção de dados do Reino Unido.

Imagem ilustrativa mostra aplicativo do Uber aberto em celular, em Londres 10/11/2017 REUTERS/Simon Dawson

“Esconder vazamentos deliberadamente dos reguladores e cidadãos pode gerar multas elevadas para as empresas”, disse o vice-comissário do Comissariado de Informação do Reino Unido, James Dipple-Johnstone, em comunicado.

A multa máxima é de 500 mil libras (662.350 dólares), de acordo com a lei britânica, para companhias que não notificam usuários afetados e reguladores quando vazamentos de dados ocorrem.

A nova administração do Uber informou na terça-feira que descobriu recentemente que as informações pessoais de cerca de 57 milhões de contas do Uber foram roubadas em 2016.

O presidente-executivo, Dara Khosrowshahi, disse que a empresa demitiu dois funcionários da área de segurança que estavam envolvidos no acobertamento do caso.

O Uber disse que estava notificando várias autoridades regulatórias, mas não quis dar mais detalhes.

Por Eric Auchard

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below