December 26, 2017 / 11:51 AM / 5 months ago

Ações de fornecedores da Apple recuam na Ásia com demanda de iPhone X no radar

PEQUIM (Reuters) - As ações de vários fornecedores asiáticos da Apple recuaram pelo segundo pregão seguido nesta terça-feira, afetadas pela notícia publicada por um jornal de Taiwan e com alguns analistas afirmando que a demanda pelo iPhone X pode ficar abaixo das expectativas no primeiro trimestre.

Mulher testa iPhone X durante apresentação para jornalistas em Pequim, China 31/10/2017 REUTERS/Thomas Peter

A Apple cortará sua previsão de vendas para o iPhone X no trimestre para 30 milhões de unidades, disse o jornal taiwanês na segunda-feira, citando fontes não identificadas - abaixo do que ele disse ser uma previsão inicial de 50 milhões de unidades.

A Apple não divulgou publicamente metas trimestrais para o iPhone X, que começou a ser vendido em novembro.

Alguns analistas também sinalizaram uma demanda frustrante. O norte-americano JL Warren Capital está prevendo embarques de apenas 25 milhões de unidades com os consumidores hesitantes com o “alto preço e a falta de inovações interessantes”.

A chinesa Sinolink Securities disse que espera que o preço do modelo atenue o entusiasmo do consumidor pelo produto, acrescentando que as taxas de produção lentas também podem prejudicar as vendas.

Mas outros eram mais otimistas.

“Nosso trabalho continua a sugerir que os trimestres de março e junho terão uma quantidade significativa de remessas de iPhone X”, disse a Loop Capital, com sede em Chicago, em uma nota na semana passada, prevendo embarques de 40 a 45 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2018, acima dos cerca de 30 milhões a 35 milhões de unidades no trimestre atual.

Analistas da Jefferies também estimam cerca de 40 milhões de aparelhos vendidos no primeiro trimestre.

Uma porta-voz da Apple disse que a companhia não comenta rumores de mercado. Durante uma viagem à China este mês, o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, disse que “não poderia estar mais feliz” com a demanda para o iPhone X no país.

Os fornecedores da Apple que foram mais afetados incluíam Genius Electronic Optical, que caiu 2,4 por cento nesta terça-feira, ampliando a perda na semana para 11,4 por cento. Pegatron também caiu nos dois dias, contabilizando uma perda de 3,2 por cento esta semana.

Mas as quedas dos papéis da Foxconn, um dos principais fornecedores da Apple, conhecida formalmente como Hai Precision Industry Co Ltd foram mais leves e, nos dois dias, as ações recuaram 1,8 por cento.

Uma análise da Reuters de mídia social chinesa mostra que o interesse no iPhone X - que aumentou durante seu lançamento - não acompanhou o popular iPhone 6 lançado em 2014, o que ajudou na ocasião a impulsionar fortes vendas para a Apple na China.

Houve apenas 4,97 milhões de posts no Weibo mencionando o iPhone X até agora em dezembro comparado a mais de 11 milhões para o iPhone 6 no período equivalente em 2014, mostrou a análise.

As ações da Apple subiram mais de 50 por cento em 2017 e a companhia está avaliada atualmente um pouco abaixo de 900 bilhões de dólares.

Por Cate Cadell, com reportagem adicional de AdamJourdan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below