February 1, 2018 / 6:10 PM / 4 months ago

"YouTube Go", focado em mercados emergentes, chega a mais 115 países, inclusive Brasil

Por Paresh Dave

Logo do YouTube durante evento em Playa Del Rey, Estados Unidos 21/10/2015 REUTERS/Lucy Nicholson

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google, da Alphabet, expandiu seu aplicativo de vídeo YouTube Go, projetado para mercados emergentes onde os consumidores podem ter celulares mais simples e acesso limitado à Internet, para mais de 115 países, inclusive o Brasil, nesta quinta-feira, disse a empresa.

O YouTube Go, diferente do aplicativo principal da empresa, foi lançado pela primeira vez na Índia em abril de 2017 e depois foi introduzido na Indonésia, na Nigéria e em outros 13 países.

A expansão para países como Brasil, México, Turquia e Iraque, anunciada em uma publicação no site da empresa, dobra a disponibilidade do YouTube Go para cerca de 60 por cento da população mundial. O YouTube é um dos vários serviços do Google com mais de 1 bilhão de usuários mensais, e o novo aplicativo está entre os novos esforços no Google para atrair mais 1 bilhão de usuários.

O YouTube Go, que já tem milhões de downloads, permite que os vídeos sejam visualizados e baixados para visualização e compartilhamento offline. Os usuários também vêem mais alertas para controlar o uso de dados.

Tais recursos visam tornar o YouTube mais atraente para consumidores que não têm acesso a serviços de Internet de alta velocidade e celulares mais eficientes.

O “Go” também pode funcionar bem nessas condições, porque não inclui recursos como comentários ou assinaturas de canais e porque os comerciais tendem a ser mais curtos do que os do aplicativo principal do YouTube.

Os ajustes podem resultar em uma cultura diferente em relação ao YouTube em algumas áreas em comparação com os Estados Unidos e Europa, onde os videomakers amadores têm acumulado grandes seguidores. Não foi divulgado se o YouTube Go deixará os vídeos menos pesados no upload.

A empresa espera que os usuários migrem para o serviço tradicional à medida que suas opções de tecnologia evoluem, disse o gerente de produtos do YouTube, Jay Akkad, em uma entrevista em vídeo.

Por Paresh Dave

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below