March 19, 2018 / 11:13 PM / 9 months ago

Mulher morre no Arizona após ser atingida por carro do Uber com direção autônoma

Por Sydney Maki e Alexandria Sage

Policial concede entrevista após morte de mulher por carro com direção autônoma em Tempe 19/3/2018 REUTERS/Rick Scuteri

SAN FRANCISCO (Reuters) - Um veículo de direção autônoma do Uber atropelou e matou uma mulher que estava atravessando a rua no Estado norte-americano do Arizona, informou a polícia nesta segunda-feira, na primeira fatalidade causada por um veículo autônomo e um potencial golpe na tecnologia que deve transformar o transporte.

A companhia de transporte disse que estava suspendendo os testes de seus veículos autônomos na América do Norte, que estão acontecendo atualmente em Arizona, Pittsburgh e Toronto.

Essa foi a primeira morte causada por um carro com direção autônoma, que ainda está sendo testado em todo o mundo em uma corrida de alto nível das montadoras globais e empresas de tecnologia que esperam que veículos autônomos transformem o transporte e o negócio de serviços de transporte compartilhado.

Os chamados carros-robôs, quando estiverem inteiramente desenvolvidos por companhias como Uber, Alphabet e General Motors, deverão reduzir drasticamente as vítimas provocadas por veículos a motor e criar negócios bilionários.

Mas o acidente desta segunda-feira ressalta os possíveis desafios à frente para a promissora tecnologia, uma vez que os carros enfrentam situações do mundo real.

No momento do acidente, que aconteceu na madrugada de domingo para segunda-feira, o carro estava a uma velocidade de 65 km/h no modo autônomo com um operador atrás do volante, disse a polícia de Tempe.

“O veículo seguia para o norte... quando uma mulher fora da faixa cruzou do oeste para o leste, quando foi atingida pelo veículo do Uber”, disse a polícia em um comunicado.

A polícia identificou a vítima como Elaine Herzberg, de 49 anos, que estava atravessando numa bicicleta. Herzberg morreu no hospital devido à gravidade de seus ferimentos, disse a polícia.

Imagens de televisão feitas no local mostraram uma bicicleta amassada e um Volvo XC90 SUV com a frente quebrada.

A Volvo confirmou que o veículo era um Volvo XC90, mas disse que o software que controlava o SUV não era próprio.

Órgãos federais reguladores de segurança estavam enviando equipes para investigar o acidente. O Ministério de Transportes do Canadá em Ontario, onde o Uber está conduzindo testes, também disse que estava analisando o acidente.

Na sexta-feira, a unidade autônoma da Alphabet, a Waymo, e o Uber pediram ao Congresso para aprovar uma legislação abrangente para acelerar a introdução de carros de direção autônoma nos Estados Unidos. Alguns parlamentares democratas bloquearam a legislação por questão de segurança e o acidente desta segunda-feira pode dificultar a rápida aprovação da lei, disseram assessores de parlamentares.

O acidente “provavelmente será negativo para todos os fabricantes de automóveis e fornecedores com aspirações de direção autônoma”, escreveu Glenn Chin, analista do Buckingham Research Group, em uma nota.

O Arizona abriu espaço para empresas que testam veículos autônomos como meio de crescimento econômico e de empregos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below