April 25, 2018 / 7:08 PM / 4 months ago

Google reformula Gmail para atrair empresas clientes da Microsoft

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google, da Alphabet, anunciou nesta quarta-feira a primeira reformulação do Gmail desde 2013, concluindo o que a empresa considera uma dispendiosa reforma de dois anos para adotar medidas de segurança e funcionalidades offline e ficar mais semelhante ao Microsoft Outlook.

REUTERS/Benoit Tessier

Essa é a atualização mais abrangente do Google para o software de ambiente de trabalho do G Suite desde a aceleração dos esforços para roubar negócios do Office da Microsoft. Anteriormente, o G Suite tinha acrescentado recursos de mensagens instantâneas e planilhas.

O Google afirmou que reestruturou os bancos de dados de armazenamento de email, unificou três sistemas para sincronizar as mensagens entre dispositivos e atualizou os computadores que servem de base para serviço. A mudança para chips de processamento Tensor, desenvolvidos pelo próprio Google, permite recursos de assistente inteligente, como “respostas sugeridas” para mensagens e “toques” para responder emails esquecidos.

“Esta é uma reformulação completa do nosso carro-chefe, o produto mais usado”, disse Jacob Bank, gerente de produto do Gmail, utilizado por 1,4 bilhão de pessoas por mês.

O acesso não confiável a emails offline há muito vinha desencorajado possíveis clientes, enquanto as recentes violações de dados corporativos aumentaram o desejo de bloquear emails. Analistas estimam que o G Suite gerou cerca de 2 bilhões de dólares em receita no ano passado, 10 vezes menos que o Office.

O Google se recusou a especificar os custos associados ao novo design. Mas a Alphabet informou na segunda-feira que as despesas de capital do primeiro trimestre quase triplicaram em relação ao ano anterior, para 7,3 bilhões de dólares.

A vice-presidente financeira, Ruth Porat, disse a analistas que metade dos gastos resultaram de compras de hardware para apoiar o uso crescente de aprendizagem de máquinas, que descreve programas automatizados que podem, entre outras coisas, identificar spam e prever quais emails os usuários considerariam mais importantes.

Jacob Bank, do Google, disse que revisão foi necessária principalmente para fornecer acesso offline a até 90 dias de emails para usuários que ativarem o recurso.

As mudanças também atendem a outra grande demanda de executivos de negócios - expiração de mensagens.

Os usuários que ativarem uma opção “confidencial” ao enviar um email podem limitar o tempo de acesso aos destinatários e também exigir a digitação de uma senha única enviada para seus telefones para poder lê-la.

Por Paresh Dave

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below