June 22, 2018 / 8:30 PM / 3 months ago

BlackBerry sinaliza desaceleração em vendas com migração para programas de assinatura

(Reuters) - A canadense BlackBerry sinalizou desaceleração das vendas de seus negócios de software e serviços ao migrar para um modelo baseado em assinatura, fazendo com que suas ações caíssem quase 10 por cento.

Logo da Blackberry em sua sede em Waterloo, Canadá 23/06/2015 REUTERS/Mark Blinch

A empresa previu de 8 a 10 por cento de crescimento para os negócios em 2019, em comparação com 20 por cento em 2018, ofuscando os números de receita e lucro do primeiro trimestre.

A BlackBerry não estará mais vendendo seus softwares e serviços com base em licenciamento e terá que convencer as empresas a aderirem a programas de assinaturas, disse o presidente-executivo, John Chen, em teleconferência após os resultados.

A projeção de crescimento é menor que a esperada pelo mercado, e isso se deve principalmente ao fato de a empresa ter que reconhecer a receita de software corporativo com base em assinatura, disse o analista da Morningstar Ali Mogharabi.

Uma variedade de empresas de software, incluindo a Oracle e a Adobe Systems, estão migrando muito dos seus serviços para a nuvem e contando com programas de assinaturas para um fluxo constante de receita.

“Nossa meta de longo prazo é de mais de 90 por cento em receitas recorrentes de software e serviços, o que acredito que podemos realizar em um ano”, disse Chen.

Por Laharee Chatterjee

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below