July 5, 2018 / 8:45 PM / 13 days ago

Google Tradutor quebra barreira de idioma na Copa do Mundo da Rússia

KAZAN, Rússia (Reuters) - O futebol pode ser a língua mais universal do planeta. Mas quando se trata de decifrar o alfabeto cirílico ou se comunicar com os moradores locais na Copa do Mundo na Rússia, o amor pelo esporte às vezes não é suficiente.

Torcedores jogam futebol diante da Catedral de São Basílio na Praça Vermelha, em Moscou, Rússia 5/07/2018 REUTERS/ Marcos Brindicci

Para contornar barreiras linguísticas na Rússia, os torcedores da Copa do Mundo têm usado ativamente o aplicativo Google Tradutor, da Alphabet, em seus celulares. A ferramenta os salvou do trabalho de remexer em livros de tradução ou de gesticular para pedir orientações.

O aplicativo provou ser indispensável para muitos torcedores se comunicarem com os moradores locais em bares, restaurantes e hotéis nas 11 cidades-sede.

“É muito difícil entender o alfabeto cirílico”, disse o brasileiro Gustavo, que viajou mais de 12 mil quilômetros de sua terra natal, Poços de Caldas, para apoiar a seleção brasileira em Kazan, que enfrentará a Bélgica na sexta-feira pelas quartas de final.

“Então usamos o Google o tempo todo e perguntamos às pessoas o que elas estão tentando servir ou comer. Quando você usa o Google e conhece a tradução, isso se torna mais fácil.”

Alguns fãs estrangeiros digitam o que querem dizer em russo em sua língua nativa e mostram a tradução para os locais. Outros usam a função de voz do aplicativo que permite que eles falem virtualmente com pessoas em outros idiomas.

Os russos também aderiram à estratégia.

“Estávamos na loja de souvenirs em Vladimir e a moça tinha o computador ligado para digitar suas palavras em russo e depois pedir que eu olhasse para a tela para ler as traduções para o inglês”, disse Trisha, turista das Filipinas que visita Kazan.

Embora o aplicativo possa às vezes produzir traduções imprecisas ou inadequadas, os torcedores dizem que melhorou significativamente sua experiência na Copa do Mundo.

“Um de nossos amigos queria dizer à mulher em uma loja que as mulheres russas eram muito bonitas”, disse o colombiano Juan David Londono em Samara, onde a Colômbia venceu o Senegal por 1 a 0 na fase de grupos no mês passado.

“Mas quando o Google traduziu, disse que ‘mulheres mais velhas são muito bonitas’”.

Alguns repórteres também usaram a ferramenta para contornar restrições de idioma impostas em eventos de imprensa de certas equipes.

Em uma coletiva de imprensa com o astro da seleção francesa Antoine Griezmann no mês passado, um repórter espanhol queria perguntar ao jogador sobre seu futuro no Atlético de Madri.

Mas os assessores de imprensa da França disseram que as perguntas só seriam feitas em francês, uma língua que o repórter não falava. Ele contornou a restrição utilizando o Google Tradutor.

Griezmann riu e começou a responder em espanhol enquanto o porta-voz da equipe francesa disse “próxima pergunta” e pediu ao jogador que permanecesse em silêncio.

Por Christophe Van Der Perre, Elena Gyldenkerne e Kurt Hall

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below