August 8, 2018 / 4:04 PM / 3 months ago

Proposta de Elon Musk para Tesla requer reengenharia de acordos para fechar capital

(Reuters) - O presidente-executivo da Telsa, Elon Musk, acostumado a fazer tudo à sua maneira, está agora buscando uma reengenharia sobre como uma empresa pode fechar capital.

Carros passam por fábrica da Tesla, nos Estados Unidos. 2/08/2018. REUTERS/Brendan McDermid

Musk anunciou no Twitter na terça-feira que estava considerando fechar o capital da montadora de carros elétricos por 420 dólares a ação, ou 72 bilhões de dólares, no que seria o maior acordo desse tipo. Ele disse que o financiamento do acordo estava garantido, mas não forneceu detalhes.

As ações da Tesla subiram 11 por cento na véspera, encerrando o pregão negociadas a 379,57 dólares, indicando que investidores deram algum crédito ao plano.

No entanto, bancos de investimento e analistas reagiram com ceticismo, dizendo à Reuters que seria difícil para Musk, cuja fortuna segundo a Forbes é de 22 bilhões de dólares, captar o financiamento necessário em capital e dívida para o acordo, uma vez que a Tesla não está se tornando lucrativa.

“A empresa tem fluxo de caixa negativo. Como você usa qualquer dívida de uma empresa que tem fluxo de caixa negativo?”, disse Steven Kaplan, um professor da Universidade de Chicago que pesquisa private equity.

Encontrar parceiros de capital e financiamento bancário é crucial para acordos de fechamento de capital. Quando Michael Dell fechou o capital de sua fabricante de computadores por 24,9 bilhões de dólares em 2013, por exemplo, ele trouxe a empresa de aquisições Silver Lake que contribuiu com 1,4 bilhão de dólares em ativo, levantou mais de 10 bilhões de dólares em dívida bancária e recebeu um empréstimo de 2 bilhões de dólares da Microsoft.

Quando um usuário do Twitter comentou sobre o acordo proposto por Musk escrevendo “Assim como fez a Dell. Isso evita muita dor de cabeça”, Musk respondeu tuitando “Sim”.

O acordo para fechar capital da Dell, no entanto, talvez não possa ser replicado com a Tesla, que tem dívida de 10,9 bilhões de dólares, está perdendo dinheiro e cuja dívida é classificada como “junk” pelas agências de risco.

Sem a capacidade de adicionar mais dívida, Musk pode ter de recorrer a fontes de recurso que estão menos acostumadas a usar dívida para melhorar o retorno da maneira como as empresas de private equity estão.

FUNDOS SOBERANOS

Uma opção poderia ser fundos soberanos, disseram bancos de investimento.

O Public Investment Fund (PIF), da Arábia Saudita, adquiriu uma participação inferior a 5 por cento na Tesla, disse uma fonte familiarizada com o assunto na terça-feira. O PIF não respondeu ao pedido por comentário se apoiaria o acordo para fechar o capital de Musk.

O Vision Fund, fundo de 93 bilhões de dólares do SoftBank Group, cujos investidores incluem fundos soberanos da Arábia Saudita e de Abu Dhabi, é visto como um parceiro óbvio para grandes investimentos de tecnologia, mas não foi procurado por Musk e não está interessado em um acordo devido ao seu investimento na concorrente da Tesla, a Cruise, unidade de direção autônoma da General Motors, segundo uma fonte familiarizada com o assunto. O SoftBank não comentou.

A chinesa Tencent Holdings, que adquiriu uma fatia de 5 por cento na Tesla no ano passado, também é outro parceiro possível.

No entanto, fontes de capital estrangeiro estariam sujeitas à análise detalhada do Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos, que revisa acordos para evitar potenciais riscos à segurança nacional. Qualquer oferta para financiamento partindo de empresas chinesas poderia enfrentar verificações ainda mais duras em meio às crescentes tensões comerciais entre China e EUA.

Muitas tentativas de fundadores e executivos de fechar o capital de suas empresas nunca se concretizaram. Em março, o presidente do conselho da Qualcomm Paul Jacobs deixou o cargo para buscar uma oferta de fechar o capital da fabricante norte-americana de chips, que tem valor de mercado de 93 bilhões de dólares. Até o momento, essa proposta não se materializou.

A tentativa da operadora norte-americana de lojas de departamento Nordstrom de fechar o capital também falhou este ano, após bancos não fornecerem o financiamento necessário para membros da família que buscavam realizar o acordo.

Musk tem dito que ele buscaria manter sua participação na Tesla em cerca de 20 por cento e que um veículo para fins especiais, como o que existe em sua empresa aeroespacial SpaceX, permitiria que acionistas da Tesla continuassem investindo, se escolhessem isso, e então sacariam recursos quando quisessem.

No entanto, fontes familiarizadas com a SpaceX disseram à Reuters que não está claro como Musk aplicaria isso à Tesla. O Fidelity Investments, maior apoiador da SpaceX, não investiu na empresa por meio de um veículo para fins especiais, de acordo com as fontes.

O Fidelity se recusou a comentar, enquanto SpaceX e Tesla não responderam imediatamente a pedidos por comentários.

Reportagem de Joshua Franklin em Nova York e Heather Somerville em San Francisco, reportagem adicional de Liana B. Baker em New York

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below