August 14, 2018 / 3:18 PM / 3 months ago

Investidores focam na receita da Tencent com jogos após China bloquear "Monster Hunter:World"

PEQUIM/HONG KONG(Reuters) - A chinesa Tencent Holdings Ltd viu suas ações despencarem na terça-feira, eliminando cerca de 15 bilhões de dólares de seu valor de mercado, em meio a preocupações com um golpe na receita de videogames depois que os reguladores chineses bloquearam a venda de um dos seus títulos de maior sucesso.

Monster Hunter: World apresentado em coletiva do PlayStation em Tóquio 19/9/2017 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

Os analistas esperavam que o “Monster Hunter: World” fosse um dos maiores sucessos de 2018 para a Tencent, que licenciou o jogo da japonesa Capcom Co Ltd para vender em sua plataforma WeGame.

No entanto, o videogame, onde os jogadores caçam temíveis criaturas, desapareceu da plataforma na segunda-feira, dias após seu lançamento em 8 de agosto. O Tencent disse em comunicado que os reguladores receberam um grande número de reclamações sobre o jogo, que vendeu mais de 8 milhões de cópias em todo o mundo.

As ações da Tencent, que deve divulgar seu resultado do primeiro semestre na quarta-feira, fecharam em queda de 3,4 por cento, ante uma queda de 0,7 por cento no índice de ações de referência Hang Seng.

As ações acumulam queda de mais de 14 por cento este ano, reduzindo o valor de mercado da empresa em cerca de 160 bilhões de dólares ante o pico de janeiro.

“As pessoas estão muito preocupadas com a Tencent no curto prazo”, disse Douglas Morton, diretor de pesquisa da Ásia no Northern Trust Capital Markets.

Ele disse que o bloqueio do Monster Hunter vem em meio a preocupações com a capacidade da Tencent de monetizar “PlayerUnknown Battleground” (PUBG). A Tencent teve que alterar o PUBG no ano passado, depois que o regulador considerou o jogo muito violento, mas ainda não recebeu uma licença para vender a versão atualizada.

Executivos do setor disseram que muitas empresas estão aguardam desde março licenças de venda de jogos, depois que o governo reformulou seu órgão regulador de conteúdo e se separou da Administração Estatal de Imprensa, Publicação, Rádio, Cinema e Televisão.

“A questão aqui é, não apenas o PUBG, mas nenhum jogo é capaz de obter licenças agora”, disse uma pessoa da Tencent à Reuters na terça-feira sob condição de anonimato devido à sensibilidade do assunto.

A pessoa disse que a equipe estava intrigada sobre o motivo de as vendas de “Monster Hunter: World” terem sido bloqueadas, já que eram menos sangrentas do que outros títulos e haviam recebido sua licença de vendas antes de março.

“Não é impossível que você ainda possa ser atingido mesmo depois de passar pelos censores, da mesma forma que um filme pode ser retirado de circulação depois da exibição pública”, disse a pessoa.

Tencent se recusou a comentar além da declaração de terça-feira. O Ministério da Cultura e Turismo, que regulamenta a indústria de videogames, não respondeu aos pedidos de comentários.

Morton disse que permanece otimista sobre as ações da Tencent e que há sempre risco regulatório na China versus o restante do mercado global de jogos.

“Acho que a monetização (dos jogos bloqueados) vai acontecer, é apenas uma questão de tempo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below