August 17, 2018 / 11:57 PM / a month ago

FBI investiga ataque cibernético contra campanha congressional na Califórnia, dizem fontes

WASHINGTON (Reuters) - O FBI está investigando um ataque cibernético contra a campanha congressional de um candidato democrata na Califórnia, de acordo com três pessoas ligadas à campanha.

Prédio do FBI em Washington 9/5/2017 REUTERS/Jonathan Ernst

Os hackers conseguiram se infiltrar com sucesso no computador da campanha eleitoral de David Min, um candidato democrata à Câmara dos Deputados que foi mais tarde derrotado na primária de junho ao 45º distrito congressional da Califórnia.

O incidente, que não havia sido relatado anteriormente, segue um artigo na Rolling Stone mais cedo nesta semana de que o FBI também está investigando um ataque cibernético contra Hans Keirstead, um democrata da Califórnia. Ele foi derrotado em em primária no 48º distrito congressional, vizinho ao de Min.

    Paige Hutchinson, ex-gerente da campanha de Min, se negou a comentar. Uma porta-voz do FBI disse que o serviço não pode confirmar ou negar uma investigação.

Embora Min e Keirstead tenham perdido para outros desafiantes dentro do partido nas primárias, as duas corridas analisadas de perto são considerados campos de batalha competitivos e críticos conforme democratas buscam retomar o controle do Congresso de republicanos em novembro.

    É incerto quem está por trás do ataque contra a campanha de Min, o motivo pelo qual ele foi realizado e o que hackers fizeram com quaisquer informações obtidas. Mas detalhes do ataque, descrito à Reuters por pessoas com conhecimento direto do caso, destacam as preocupações de especialistas em segurança nacional que temem que campanhas estejam lamentavelmente desprotegidas conforme as eleições de novembro se aproximam.

Isto também ilustra como pequenas campanhas políticas não possuem recursos para proteção contra ataques cibernéticos. Poucas conseguem contratar funcionários de segurança digital.

“Campanhas políticas só existem por um curto período de tempo”, disse Blake Darche, um pesquisador em segurança cibernética e ex-analista da Agência de Segurança Nacional. “Demora anos para construir um programa eficaz de segurança na maior parte das corporações. A maior parte das campanhas políticas está somente a um único e-mail fraudulento de ser violada”.

Embora partidos políticos ofereçam treinamentos e ferramentas digitais para ajudar candidatos, eles tipicamente não fornecem aos candidatos o apoio financeiro para contratar especialistas em segurança cibernética, mesmo após uma campanha acreditar ter sido atingida. Corporações frequentemente pagam a especialistas em segurança mais de 100 mil dólares para investigar um ataque, de acordo com especialistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below