December 11, 2018 / 2:37 PM / 10 months ago

Super Micro diz que revisão não encontrou chips maliciosos em placas-mãe

SÃO FRANCISCO (Reuters) - A fabricante norte-americana de hardware Super Micro Computer informou aos clientes nesta terça-feira que uma empresa de investigação não encontrou evidências de componentes fraudados em suas placas-mãe atuais ou antigas.

Em uma carta aos clientes, a companhia disse que não ficou surpresa com o resultado da análise encomendada em outubro, depois que a Bloomberg informou que espiões do governo chinês tinham comprometidos equipamentos da Super Micro para espionar seus clientes. A fabricante negou as alegações feitas pela reportagem.

Uma pessoa familiarizada com a análise disse à Reuters que ela foi conduzida pela empresa global Nardello&Co e que os clientes poderiam pedir mais detalhes sobre as descobertas da empresa.

Nardello testou placas-mãe na produção atual e versões que foram vendidas para Apple e Amazon, ambas citadas pela Bloomberg, disse a fonte.

A revisão também examinou arquivos de software e design sem encontrar componentes ou sinais enviados sem autorização.

A Super Micro ainda está revendo suas opções legais.

Funcionários da Apple, Amazon e autoridades dos Estados Unidos e Reino Unido disseram que não terem conhecimento de nenhum ataque de hardware que tenha utilizado a Super Micro.

Por Joseph Menn

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below