December 19, 2018 / 11:14 AM / 8 months ago

Micron tem lucro e vendas abaixo do esperado conforme excedente de chips prejudica preços

Chip da Micron em unidade da empresa em Frankfurt, Alemanha 14/07/015 REUTERS/Kai Pfaffenbach

(Reuters) - A fabricante norte-americana de chips Micron Technology anunciou nesta terça-feira previsões trimestrais de vendas e lucro bem abaixo das estimativas de Wall Street, citando o excesso de chips de memória, conforme a demanda por celulares e computadores está enfraquecendo.

A empresa disse esperar que a produção da indústria, incluindo a das rivais sul-coreanas Samsung Electronics e Hynix, supere a demanda dos fabricantes de telefones, computadores e servidores, levando a uma redução nos preços dos chips Micron.

A Samsung já havia alertado sobre uma desaceleração na demanda e queda nos preços dos chips, sinalizando o fim de um boom de dois anos em chips de memória, a medida que a demanda global por dispositivos eletrônicos móveis diminui e novos suprimentos da Hynix e Toshiba afetam o mercado. A Hynix também ofereceu uma perspectiva pessimista.

O presidente-executivo da Micron, Sanjay Mehrotra, disse a investidores em teleconferência nesta terça-feira que a empresa está tomando “ações decisivas em termos de redução de nossa produção” para manter os preços.

Mas o excesso de oferta vai impactar a Micron no curto prazo, com a empresa estimando receita de 5,7 bilhões a 6,3 bilhões de dólares no segundo trimestre fiscal e margens brutas de 50 a 53 por cento. Os analistas estimam lucro de 7,3 bilhões e margem bruta de 55 por cento, segundo dados I/B/E/S da Refinitiv.

A empresa está respondendo ao excesso de oferta de chips de memória DRAM e NAND investindo mais em sua próxima geração de chips.

No primeiro trimestre fiscal, a margem bruta da Micron foi de 59 por cento e executivos disseram que as tarifas dos Estados Unidos sobre produtos chineses reduziram suas margens brutas em cerca de 0,5 ponto percentual, no menor nível do impacto negativo que a empresa apontou aos investidores em setembro.

As vendas líquidas aumentaram 16 por cento, para 7,91 bilhões de dólares, abaixo das expectativas dos analistas, de 8,02 bilhões. Excluindo itens, a Micron ganhou 2,97 dólares por ação, superando a estimativa média do analista de 2,96 dólares, de acordo com os dados I/B/E/S da Refinitiv.

Por Sonam Rai e Stephen Nellis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below