December 19, 2018 / 4:04 PM / a year ago

Startup chinesa Ofo, de compartilhamento de bicicletas, considera recuperação judicial, diz FT

Bicicletas da Ofo em Cingapura 29/08/2017 REUTERS/Edgar Su

(Reuters) - A startup chinesa de compartilhamento de bicicletas Ofo, financiada pelo Alibaba Group, tem “imensos” problemas de fluxo de caixa e considerou pedir recuperação judicial, informou o Financial Times nesta quarta-feira.

Os problemas de fluxo de caixa da empresa se tornaram agudos, disse o FT, citando uma carta do fundador da Ofo, Dai Wei, aos empregados.

“Pensei inúmeras vezes... em até mesmo dissolver a empresa e pedir recuperação judicial”, disse Wei na carta, de acordo com o jornal. “Durante todo este ano, tivemos uma imensa pressão no fluxo de caixa. Devolvendo depósitos aos usuários, pagando dívidas aos fornecedores, a fim de manter a empresa funcionando, temos que transformar cada renminbi em três”, disse o empresário se referindo à moeda chinesa.

Representantes da Ofo e Alibaba não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

A indústria de compartilhamento de bicicletas da China consumiu centenas de milhões de dólares para dominar cidades importantes do país, processo que deixou as ruas com milhares de bicicletas descartadas.

Em agosto, a Reuters informou que a gigante chinesa Didi Chuxing, controladora da 99 no Brasil, e a Ant Financial, da Alibaba, estavam em negociações com a Ofo para uma aquisição conjunta, potencialmente valorizando a startup em até 2 bilhões de dólares.

Por Supriya Roy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below