for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Amazon compra startup de nuvem INLT para ajudar comerciantes a importar mercadorias

Nova York, 29/01/2016. REUTERS/Mike Segar

SEATTLE (Reuters) - A Amazon.com comprou a startup de tecnologia INLT por um valor não divulgado, disse a empresa à Reuters na terça-feira, em uma transação que ajudará os comerciantes em seu mercado online a importar produtos mais facilmente para os Estados Unidos.

A empresa, com cerca de uma dúzia de funcionários com sedes em Los Angeles e Filadélfia, fabrica software para os vendedores gerenciarem custos e despacho aduaneiro de remessas internacionais. A Amazon, com sede em Seattle, disse que oferecerá a tecnologia de computação em nuvem da INLT a seus comerciantes.

“A INLT é uma equipe inteligente e ágil que ajuda as empresas a simplificar e reduzir o custo de importação de mercadorias para os EUA”, disse uma porta-voz da Amazon em comunicado. “Estamos empolgados em trabalhar com eles para desenvolver a próxima geração de soluções para seus clientes e parceiros de vendas da Amazon.”

A Amazon está buscando expandir os serviços oferecidos aos comerciantes para adicionar ferramentas para processos de vendas transfronteiriços complicados, que os vendedores geralmente precisam gerenciar por conta própria.

O timing e o preço do serviço INLT ainda não foram anunciados.

O INLT disse em seu site que a Amazon havia adquirido a empresa. A Amazon, que já fechou o acordo, disse que o INLT continuará atendendo seus clientes existentes.

A Amazon se recusou a divulgar quanto pagou pelo INLT. O banco de dados online Crunchbase descreveu o INLT como uma empresa em estágio inicial que levantou 1 milhão de dólares pela última vez em abril de 2018.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up