for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Vendas de tablets devem recuar 6% no país no segundo semestre, diz IDC Brasil

22/03/2018. REUTERS/Hannibal Hanschke

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de tablets no Brasil no segundo semestre deste ano devem totalizar 1,98 milhão de unidades, estima a IDC Brasil, o que representa uma queda de 6% em relação ao mesmo período de 2018, mantendo a tendência de baixa da primeira metade de 2019.

Dados nesta segunda-feira mostraram que foram vendidos 705 mil dispositivos no país no segundo trimestre, volume 7,6% menor do que um ano antes, o que fez o resultado no primeiro semestre somar 1,391 milhão, contra 1,531 milhão de janeiro a junho de 2018 (-9,1%).

Apesar da queda nos volumes, a receita entre abril e junho com a comercialização de tablets aumentou 1%, para 438 milhões de reais, conforme o preço médio dos tablets subiu para 620 reais este ano, de 570 reais no segundo trimestre do ano passado.

“Apesar da tendência de queda para os próximos 4 ou 5 anos, as empresas continuam apostando em lançamentos e promovendo melhorias a cada versão nova”, afirmou Wellington La Falce, analista de mercado da IDC Brasil, em nota.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up