for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

TSE reúne gigantes das redes sociais para alinhas estratégias no combate a fake news em 2020

14/09/2017 REUTERS/Dado Ruvic

BRASÍLIA (Reuters) - O grupo gestor do Programa de Enfrentamento à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral reuniu-se nesta terça-feira com representantes de políticas públicas e advogados do Google , Facebook, WhatsApp e Twitter em encontros para que se busque alinhar estratégias de combate à disseminação de informações falsas, as chamadas fake news, nas eleições municipais de 2020, informou a assessoria de imprensa do TSE em nota.

Os encontros, segundo o tribunal, também serviram para aperfeiçoar os canais de comunicação dessas empresas com a Justiça Eleitoral, identificar pontos em comum e definir ações concretas dentro da política de moderação e direcionamento de conteúdos de cada plataforma, assim como para potencializar a utilização das evoluções tecnológicas na disseminação de informações oficiais da Justiça Eleitoral.

No mês passado, conforme a nota, as quatro plataformas de redes sociais e de serviço de mensagens assinaram o termo de adesão ao Programa de Enfrentamento à Desinformação e se comprometeram a atuar ativamente para desestimular ações de proliferação de informações falsas e aprimorar ferramentas de verificação de eventuais práticas de disseminação de desinformação.

As eleições gerais do ano passado foram fortemente marcadas pela disseminação de notícias falsas e com críticas a uma suposta atuação leniente do TSE de combater e inibir a divulgação dessas informações inverídicas.

Reportagem de Ricardo Brito

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up