for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ozil é retirado de jogo Pro Evolution Soccer na China devido a comentário sobre uigures

Manifestante da etnia uighur segura cartaz com foto do jogador Mesut Ozul durante protesto contra a China em Istambul REUTERS/Kemal Aslan

(Reuters) - O meia Mesut Ozil, do Arsenal, foi removido do jogo eletrônico de futebol Pro Evolution Soccer (PES) 2020 na China devido a seus comentários sobre o tratamento dado pelo país aos membros muçulmanos na etnia uigur.

A NetEase, que publica os jogos da franquia PES na China, confirmou nesta quarta-feira que removerá Ozil dos três títulos existentes do jogo da Konami, incluindo o PES 2020 Mobile.

“O jogador alemão Ozil divulgou uma declaração extrema sobre a China nas redes sociais”, disse a NetEase na rede social chinesa Weibo nesta quarta-feira.

“O discurso feriu os sentimentos dos torcedores chineses e violaram o espírito esportivo de amor e paz. Não entendemos, aceitamos ou perdoamos isso.”

Ozil, um muçulmano alemão de origem turca, divulgou mensagens nas redes sociais na semana passada chamando a minoria uigur de “guerreiros que resistem à perseguição” e criticou tanto a repressão chinesa quanto o silêncio dos muçulmanos em resposta.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse que Ozil foi “enganado por fake news”.

Reportagem de Hardik Vyas, em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up