December 23, 2019 / 12:49 PM / 7 months ago

Tesla contrata novo empréstimo de US$1,4 bi com bancos chineses para fábrica de Xangai, dizem fontes

Gigafábrica da Tesla em Xangai, China. 2/12/2019. REUTERS/Aly Song

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - A fabricante de veículos elétricos norte-americana Tesla e um grupo de bancos da China assinaram um novo empréstimo de cinco bilhões de iuanes (1,4 bilhão de dólares) para a fábrica de automóveis da montadora em Xangai, segundo três fontes familiarizadas com o assunto, com parte do montante também sendo usado ​​para rolar um financiamento existente.    

China Construction Bank (CCB), Banco Agrícola da China (AgBank), Banco Industrial e Comercial da China <1398.HK > (ICBC) e Shanghai Pudong Development Bank (SPDB) estão entre os bancos que concordaram em dar apoio financeiro à Tesla, disse uma fonte com conhecimento direto da questão.    

No início deste ano, os bancos chineses já ofereceram à Tesla um crédito de 12 meses de até 3,5 bilhões de iuanes, que deve ser pago em 4 de março de 2020, de acordo com um documento apresentado pela montadora à Securities and Exchange Commission (SEC, órgão que regula o mercado de capitais nos EUA).    

Esse novo empréstimo será parcialmente usado para rolar a dívida anterior de 3,5 bilhões de iuanes, de acordo com uma das fontes. Uma outra fonte disse que o restante será usado na fábrica e nas operações da Tesla na China.    

A taxa de juros do novo empréstimo será atrelada a 90% da taxa básica de juros de 1 ano da China, mesmo parâmetro do empréstimo de 3,5 bilhões de iuanes, disse uma das fontes. Essa é uma taxa que os bancos chineses oferecem aos seus melhores clientes.    

Tesla, CCB, AgBank, ICBC e SPDB não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.    

A Tesla inaugurou a fábrica em janeiro e começou a produzir veículos de sua fábrica em Xangai. O objetivo é produzir pelo menos 1.000 carros Modelo 3 por semana até o final deste ano.    

A unidade, que é o primeiro local de fabricação de carros da Tesla fora dos Estados Unidos, é a peça central das ambições da companhia de aumentar as vendas no maior mercado automotivo do mundo e evitar tarifas mais altas de importação impostas aos carros fabricados em solo norte-americano.    

O governo de Xangai também apoiou o projeto da Tesla, que seria a primeira fábrica de carros de propriedade estrangeira na China e um reflexo da mudança mais ampla do governo para abrir seu mercado de carros.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below