for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Mercado aposta em retomada de mercado de chips após 2019 fraco para Samsung

04/07/2017. REUTERS/Kim Hong-Ji

SEUL (Reuters) - A Samsung Electronics deve divulgar nesta semana a maior queda de lucro anual em pelo menos uma década e investidores esperam que o mercado de chips de memória se recupere para impulsionar os negócios da gigante sul-coreana neste ano.

A maior fabricante de chips de memória do mundo deve divulgar seus números de quarto trimestre na quarta-feira, mostrando uma queda de 40% no lucro operacional, para 6,48 trilhões de wons (5,56 bilhões de dólares, segundo dados da Refinitiv.

Os resultados dos três meses encerrados em dezembro devem marcar o quinto declínio de lucro trimestral na comparação anual, encerrando um ano marcado por excesso de estoque de chips, que pressionou os preços, e pela guerra comercial entre Estados Unidos e China.

“Esperamos que o mercado como um todo vai se recuperar no primeiro trimestre de 2020”, disse Michael Yang, diretor da empresa de pesquisa de mercado IHS Markit. “Previsões de demanda sólida entre clientes de servidores e otimismo em torno da adoção da tecnologia 5G devem guiar o crescimento”, afirmou.

Refletindo esta perspectiva, analistas consultados pela Refinitiv esperam que o lucro anual da Samsung suba quase 40% em 2020.

Apesar disso, muitos especialistas da indústria mantêm cautela sobre o nível da recuperação neste ano. “O mercado de chips vai se recuperar em 2020, mas diante de uma base baixa que foi ano passado. É prematuro esperar um forte crescimento como o visto em 2017”, disse Park Jun-hong, diretor na S&P Global Ratings.

A própria Samsung manifesta esta cautela. A empresa sinalizou na semana passada que espera um ano mais difícil para a economia global, prejudicada por incerteza política e possível queda no consumo.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up