for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

França espera resolver disputa sobre imposto digital com EUA nesta semana, diz ministro

Ministro da Economia da França, Bruno Le Maire 07/01/2020 REUTERS/Charles Platiau

PARIS (Reuters) - O ministro da Economia da França, Bruno Le Maire, disse que espera resolver até quarta-feira a disputa com os Estados Unidos sobre o plano de Paris para a criação de um imposto digital que vai afetar as maiores empresas de tecnologia.

“Estamos prontos para dar passos em direção aos Estados Unidos e já propusemos um certo número de medidas. Esperamos chegar a uma resolução até quarta-feira”, disse Le Maire ao canal de televisão de LCI nesta segunda-feira, acrescentando que se encontrará com colegas norte-americanos no Fórum Econômico Mundial de Davos na Suíça esta semana.

A França decidiu em julho aplicar uma tarifa de 3% sobre a receita de serviços digitais auferida no país por empresas com receita superior a 25 milhões de euros na França e 750 milhões de euros em todo o mundo. Washington ameaçou impor impostos sobre os principais produtos franceses como retaliação.

Na semana passada, o governo francês disse que os Estados Unidos arriscarão uma proliferação de impostos nacionais sobre gigantes da tecnologia se o presidente Donald Trump rejeitar novas regras internacionais para taxar empresas digitais no Fórum Econômico Mundial.

Le Maire quer um compromisso dos EUA em Davos com a reforma tributária internacional e também está pressionando Washington a suspender a ameaça de tarifas sobre champagne, queijo e bolsas de luxo em retaliação ao imposto digital francês.

O acordo de uma proposta tributária universal elaborada pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico está próximo, disse Le Maire, mas Washington precisava dar o “último passo” para alcançar um compromisso.

Por Sudip Kar-Gupta

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up