for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Gareth Bale cria time de esportes eletrônicos de olho no Mundial de Clubes

Bale em partida Valência e Real Madrid, em Mestalla, Valência, Espanha 15/12/2019 REUTERS/Susana Vera

(Reuters) - Gareth Bale, atacante do País de Gales e do Real Madrid, criou uma nova organização de esportes eletrônicos chamada Ellevens Esports, e um time da franquia deve estrear no Mundial de Clubes Eletrônico da Fifa em Milão nesta semana.

A empreitada é de propriedade de Bale e do 38 Entertainment Group, fundado pelo investidor Jonathan Kark e pelo ex-jogador de futebol Larry Cohen.

Bale também convidou praticantes de esportes eletrônicos de todo o mundo a participarem de um recrutamento no qual terão a chance de assinar um contrato profissional com a Ellevens Esports.

“Existem semelhanças entre o futebol e os esportes eletrônicos no sentido de que exigem muita dedicação e sacrifício para se chegar ao auge”, disse Bale em um comunicado.

Além da Fifa, a Ellevens planeja se expandir em outras plataformas de esportes eletrônicos de múltiplos jogadores, como Counter-Strike: Global Offensive, Fortnite e Rocket League.

Os prêmios em dinheiro nos esportes eletrônicos aumentaram nos últimos anos, e em 2019 o adolescente norte-americano Kyle Giersdorf levou mais de 3 milhões de dólares ao receber o prêmio principal de um torneio de Fortnite – mais do que o valor oferecido nos torneios de tênis de Wimbledon ou Masters.

O Mundial de Clubes Eletrônico da Fifa oferecerá uma premiação total de 100 mil dólares e a chance de receber pontos para o Global Series Rankings, o que ajudará os jogadores a se classificarem para a Mundial de Clubes Eletrônico da Fifa de julho.

Por Rohith Nair em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up