for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Morgan Stanley traça rumo ambicioso com compra da E*Trade por US$13 bi

BANGALORE, Índia (Reuters) - O Morgan Stanley anunciou nesta quinta-feira que comprará a corretora de baixo custo E*Trade Financial em uma transação de ações no valor de cerca de 13 bilhões de dólares, o maior negócio do banco de Wall Street desde a crise financeira.

16/07/2018 REUTERS/Lucas Jackson

Parte de uma ampla consolidação no setor, a compra da E*Trade vai dar fôlego à unidade de gestão de fortunas do Morgan Stanley, um negócio que o presidente-executivo, James Gorman, tem tentado montar para isolar o banco de períodos fracos de corretagem e de atividade na área de banco de investimento.

Principal rival do Morgan Stanley, o Goldman Sachs, também tem tentado abrir um caminho alternativo adiante, criando um banco de varejo, enquanto outros, incluindo Bank of America e UBS estão tentando focar em crédito e gestão de fortunas.

“A adição dos produtos da E*Trade e da marca icônica deles vai ser como um salto à frente pelo banco”, disse Gorman em teleconferência com analistas.

O negócio reflete um ambiente regulatório mais relaxado sob o governo de Donald Trump nos Estados Unidos, que tem ajudado a lançar grandes aquisições no setor financeiro.

“Acreditamos que os reguladores provavelmente vão aprovar a compra da E*Trade pelo Morgan Stanley, mas a análise vai levar mais tempo uma vez que o Federal Reserve vai conduzir uma revisão de risco sistêmico”, disse Jaret Seiberg, da Cowen Washington Research Group.

A E*Trade, que se tornou popular quase duas décadas atrás com comerciais que criticavam assessores financeiros por cobrarem altas comissões, vinha sendo pressionada diante do acirramento da concorrência no mercado de corretoras online.

O crescimento de receito da corretora, assim como de rivais, foi impactado nos últimos anos com o surgimento de startups digitais que utilizam robôs para recomendações de investimento. Os negócios também são afetados por queda nas comissões e juros em baixa, que dispararam uma consolidação no setor.

No ano passado, a maior rival da E*Trade, Charles Schwab Corp, acertou a compra da TD Ameritrade Holding por 26 bilhões de dólares.

Os acionistas do E*Trade receberão 1,0432 ação do Morgan Stanley por cada ação que possuem, como parte do acordo. Isso equivale a 58,74 dólares por ação - um prêmio de 30,7% acima do preço do último fechamento das ações do E*Trade.

Espera-se que a transação seja concluída no quarto trimestre de 2020.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up