for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Alphabet divulga receita do YouTube após pedido de reguladores

Logotipo do YouTube refletido no olho de uma pessoa. 18/6/2014. REUTERS/Dado Ruvic

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Alphabet começou a divulgar a receita do YouTube neste ano, após reguladores dos Estados Unidos pediram à dona do Google que desse mais dados “quantitativos e qualitativos” sobre o negócio, segundo documentos divulgados nesta segunda-feira.

A vice-presidente de contabilidade da Alphabet, Amie Thuener O’Toole, escreveu à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em 20 de dezembro, afirmando que “divulgaremos separadamente as receitas de publicidade do YouTube”, embora “não tenha havido alterações significativas dos nossos negócios de publicidade”.

A decisão ocorre após a divisão de finanças corporativas da SEC em outubro passado pedir à empresa para revisar seus registros financeiros trimestrais para dar informações mais detalhadas sobre as principais unidades de negócios.

“Observamos que o YouTube e as ferramentas de pesquisa para celular e computador experimentaram diferentes taxas de crescimento e monetização e desfrutam de margens diferentes”, escreveu a SEC. “Como tal, elas representam subdivisões ou componentes significativos das receitas de propriedades do Google que devem ser discutidas separadamente para permitir que os investidores vejam a empresa pelos olhos da administração”.

A SEC se recusou a comentar nesta segunda-feira.

O Google não comentou de imediato.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up