for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Reguladores antitruste da UE questionam Daimler e outras empresas após fracasso de negociações com Nokia

04/02/2016 REUTERS/Michaela Rehle

BRUXELAS (Reuters) - Os reguladores antitruste da União Europeia estão pedindo à Daimler, à Continental e outras fornecedoras de peças automotivas detalhes sobre as fracassadas negociações de mediação com a Nokia, aumentando as esperanças de que as autoridades possam intervir para resolver uma disputa sobre taxas de licenciamento de patentes.

A Daimler e a Continental, juntamente com a Bury Technologies, a Valeo e a Gemalto, de propriedade da Thales, reclamaram à Comissão Europeia no ano passado sobre as taxas que a Nokia cobrava por patentes relacionadas a comunicações de automóveis.

A disputa destaca um conflito mais amplo entre empresas de tecnologia e a indústria automobilística por royalties por tecnologias cruciais para sistemas de navegação, comunicação de veículos e carros autônomos.

Com a Nokia e a Ericsson vistas como líderes, a Europa quer proteger sua soberania tecnológica, enquanto outros dizem que isso não deve ser feito às custas de outras indústrias europeias igualmente importantes, como a automobilística.

A Nokia iniciou no início deste ano discussões de mediação com as empresas que, segundo fontes, foram encerradas no início deste mês sem acordo. Autoridades antitruste da UE agora querem saber o que aconteceu, disseram as fontes.

“Podemos confirmar que a Comissão Europeia nos enviou um pedido de informações”, afirmou Daimler em comunicado por email.

A Comissão se recusou a comentar, dizendo que sua investigação estava em andamento.

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 56447727))

REUTERS PS PAL

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up