for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Aplicativo da Índia evidencia revolta contra empresas chinesas

Aplicativo "Remove China Apps" visto na loja virtual Google Play 02/06/2020 REUTERS/Danish Siddiqui

NOVA DELHI (Reuters) - O aplicativo mais popular da Índia na loja de aplicativos do Google, com mais de 5 milhões de downloads desde o final de maio, chama-se “Remove China Apps” e faz exatamente o que diz seu nome diz.

A popularidade do app na Índia ocorre em meio a pedidos de boicote a aplicativos móveis chineses, uma vez que uma disputa na fronteira com o Himalaia alimenta uma reação contra produtos chineses.

O Remove China Apps, cujo logo contém uma cabeça de dragão com duas vassouras, examina o telefone de um usuário em busca de aplicativos como TikTok e UC Browser, da Alibaba. Após excluí-los, mostra uma mensagem dizendo: “Você é incrível, nenhum aplicativo da China foi encontrado.”

A OneTouch AppLabs, que desenvolveu o aplicativo, não respondeu a um pedido de comentário. A empresa, sediada na cidade indiana de Jaipur, descreve o aplicativo como sua primeira iniciativa em direção a uma “Índia autossuficiente”.

A ByteDance e o Alibaba não responderam comentaram o assunto. A Embaixada da China em Nova Delhi não respondeu imediatamente.

“As convocação para boicotes anteriores se concentraram sobre produtos chineses, enquanto esta se destina especialmente aos aplicativos chineses, que podem impactar as empresas de tecnologia da China que consideram a Índia um mercado crucial”, disse Tanvi Madan, membro sênior da Brookings Institution, que acompanha de perto as relações do país com a China.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up