for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cade nega recurso da Claro e mantém aprovação para TIM e Vivo compartilharem redes

Sede do Cade, em Brasília (DF) 07/08/2017 REUTERS/Adriano Machado

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) manteve nesta quarta-feira aprovação do compartilhamento de redes entre as operadoras TIM e Telefônica Brasil, que opera sob a marca Vivo.

A Claro havia apresentado recurso contra o compartilhamento em maio deste ano, alegando que o parecer da Superintendência do Cade não abordou de forma profunda pontos relevantes relacionados aos potenciais efeitos anticompetitivos da operação.

“O plenário do Conselho concluiu que não há problemas concorrenciais na operação e decidiu manter o aval ao ato de concentração”, afirmou em comunicado o órgão responsável pela defesa da concorrência no país.

Por Paula Arend Laier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up