for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Nokia faz parceria com Broadcom para diversificar fornecimento de chips 5G

REUTERS/Brendan McDermid

(Reuters) - A Nokia anunciou nesta segunda-feira uma parceria com a Broadcom para desenvolver chips para equipamentos 5G em seu terceiro acordo da área, após parcerias com a Intel e a Marvell.

A Nokia escolheu inicialmente um tipo de chip - FPGAs (Field Programmable Gate Arrays) - para seus equipamentos 5G que os clientes poderiam reprogramar, mas os altos custos e obstáculos no fornecimento no ano passado obrigaram a empresa a mudar de rumo.

“Ainda mantemos a decisão de optar por FPGAs porque era a coisa certa a fazer naquele momento”, disse Sandro Tavares, chefe de marketing de redes móveis da Nokia, à Reuters.

“Quando anunciamos a mudança de estratégia, o mercado evoluiu mais rapidamente e precisávamos acelerar o processo de desenvolvimento de novos fornecedores”, afirmou.

A Nokia, que concorre com a sueca Ericsson e a chinesa Huawei [HWT.UL], disse que seus produtos 5G não iriam chegar ao mercado a tempo devido a atrasos de um fornecedor, identificado por analistas como a Intel.

Agora, a empresa usa chips personalizados mais baratos para reduzir custos e adicionar mais fornecedores para diversificar seu suprimento.

Tavares se recusou a comentar quando o equipamento 5G da Nokia com chips Broadcom chegaria ao mercado ou se a Nokia adicionaria mais fornecedores.

Até o final deste ano, a Nokia pretende ter os chips personalizados em mais de 35% de seus envios de 5G e atingir uma taxa de 100% até o final de 2022.

A Nokia afirmou que espera melhorar suas margens brutas à medida que aumenta os envios de produtos 5G com chips personalizados.

Por Supantha Mukherjee em Bengaluru e Anne Kauranen em Helsinque

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up