for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Apple pode anunciar fim de parceria com Intel

03/01/2019 REUTERS/Leonhard Foeger

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Apple fará nesta segunda-feira sua conferência anual para desenvolvedores de software, lançando novos recursos para seus sistemas operacionais e possivelmente sinalizando o fim do uso de processadores da Intel nos computadores Mac.

A Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple ocorre em um momento em que os serviços pagos vendidos pela App Store se tornam centrais no crescimento da receita da empresa, à medida que os consumidores compram menos iPhones. A Apple fica com uma fatia de 15% a 30% nas vendas realizadas pelos desenvolvedores na App Store, que é a única maneira de distribuir softwares e aplicativos nos dispositivos móveis da Apple.

Essas taxas, e o processo de revisão de aplicativos da Apple, estão sob investigação antitruste nos Estados Unidos e na Europa, onde os reguladores iniciaram na semana passada um inquérito formal sobre as práticas da companhia.

A conferência anual de desenvolvedores, realizada online este ano pela primeira vez, é onde a Apple costuma anunciar o acesso a novos produtos de hardware, como ferramentas especiais para inteligência artificial e realidade aumentada.

A Apple este ano pode anunciar uma separação da Intel, que fornece processadores para computadores Mac desde 2006. A Apple pode passar a usar seus próprios processadores, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto à Reuters. A empresa, que já usa seu próprio processador em iPhones e iPads, pode anunciar modelos de computadores que usarão os novos chips, disse uma das pessoas à Reuters.

Uma porta-voz da Apple se recusou a comentar sobre os planos ou produtos futuros da empresa.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up