July 3, 2020 / 5:58 PM / a month ago

Maiores bancos do Canadá unem-se a boicote contra anúncios no Facebook

REUTERS/Johanna Geron

TORONTO (Reuters) - Os maiores bancos do Canadá confirmaram nesta sexta-feira que se juntaram a um boicote contra anúncios no Facebook, iniciado por grupos de direitos civis dos EUA que tentam pressionar a maior plataforma de mídia social do mundo a tomar medidas concretas para bloquear o discurso de ódio.

Mais de 400 marcas suspenderam anúncios no Facebook em resposta à campanha “Stop Hate for Profit”, iniciada após a morte de George Floyd, um negro que morreu sob custódia policial em Minneapolis em 25 de maio.

Os bancos canadenses Royal Bank of Canada, Toronto-Dominion Bank, Bank of Nova Scotia, Bank of Montreal, National Bank of Canada e Canadian Imperial Bank of Commerce disseram que vão interromper a publicidade nas plataformas do Facebook em julho.

O Desjardins, a maior federação de cooperativas de crédito do Canadá, também disse em seu site na véspera que fará uma pausa na publicidade no Facebook e no Instagram para o mês, “exceto em situações excepcionais em que precisamos nos comunicar com nossos membros ou clientes”. A maioria citou seus compromissos com a inclusão e a diversidade. O Facebook se submeteu a uma auditoria de direitos civis e baniu 250 organizações supremacistas brancas da plataforma, disse um porta-voz por email.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below