for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

China vai lançar iniciativa para regras globais de proteção de dados

Segurança do lado de fora do edifício da Semiconductor Manufacturing International Corporation (SMIC), em Xangai. 22/11/2001/ File Photo

(Reuters) - A China está lançando uma iniciativa para definir padrões globais de segurança de dados, combatendo esforços dos EUA para persuadir países a isolarem suas redes da tecnologia chinesa, relatou o Wall Street Journal nesta segunda-feira.

Sob sua “Iniciativa Global sobre Segurança de Dados”, a China apelaria a todos os países para lidar com a segurança de dados de uma “maneira abrangente, objetiva e baseada em evidências”, disse o jornal, citando um rascunho revisado.

A iniciativa exorta países a se oporem à “vigilância em massa contra outros Estados” e pedir às empresas de tecnologia que não instalem recursos para obter ilegalmente dados, controlar ou manipular sistemas e dispositivos dos usuários.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, deve anunciar a iniciativa na terça-feira em um seminário em Pequim sobre governança digital global, disse o relatório.

Diplomatas chineses abordaram diversos governos em busca de apoio para a nova iniciativa de Pequim, segundo o relatório.

O governo do presidente Donald Trump nos últimos meses aumentou restrições às empresas chinesas, citando preocupações com a segurança nacional. Washington também lançou uma iniciativa de “Rede Limpa” para excluir empresas de tecnologia chinesas percebidas como uma ameaça à segurança nacional.

Reportagem de Ann Maria Shibu em Bangalore

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up