for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Huawei lançará sistema operacional Harmony para smartphones no próximo ano

03/09/2020 REUTERS/Michele Tantussi

SHENZHEN (Reuters) - A Huawei Technologies planeja apresentar seu sistema operacional Harmony, visto como seu substituto ao Android do Google para smartphones, no próximo ano, enquanto busca superar obstáculos criados pelos Estados Unidos.

A empresa anunciou pela primeira vez o HarmonyOS no ano passado, anunciado como uma plataforma para vários dispositivos como smartwatches, notebooks e celulares.

Analistas dizem que o sistema é a solução mais próxima de um substituto para a Huawei, que, após sua inclusão na lista de entidades dos EUA em maio do ano passado, foi impedida de ter suporte técnico do Google para novos modelos de telefones que usam Android.

O presidente-executivo do grupo de negócios ao consumidor da Huawei, Richard Yu, e Wang Chenglu, presidente do departamento de software, deram atualizações na conferência anual de desenvolvedores da empresa nesta quinta-feira.

“A meta que estamos atingindo é que estamos oferecendo suporte a dispositivos Huawei usando o Harmony OS 2.0, mas ao mesmo tempo o Harmony OS 2.0 também poderá estar disponível para dispositivos de outros fornecedores”, disse Wang. “O Harmony OS 2.0 estará disponível para todos os fabricantes de hardware.”

Yu acrescentou que a empresa também está abrindo aos desenvolvedores uma versão beta para smart TVs, smartwatches e sistemas de veículo a partir desta quinta-feira, e planeja disponibilizá-la para smartphones em dezembro.

Yu disse que a empresa enviou 240 milhões de smartphones no ano passado, o que a colocou em segundo lugar no ranking do mercado em 2019, mas acrescentou que a escassez de software afetou as vendas nos últimos meses e os envios caíram para 105 milhões de unidades no primeiro semestre.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up