for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Tesla ganha processo contra ex-funcionário acusado de invadir sistema e transferir dados

02/10/2019 REUTERS/Mike Blake

(Reuters) - A montadora norte-americana de carros elétricos Tesla venceu o processo contra um ex-funcionário, que foi demitido por invadir sistemas da empresa e transferir dados a terceiros, de acordo com documentos judiciais protocolados na quinta-feira.

A Tesla havia entrado com um processo contra Martin Tripp, que anteriormente trabalhava na Tesla Gigafactory em Nevada, em 2018, alegando que ele admitiu ter desenvolvido um software que invadia o sistema operacional de fabricação da montadora, transferindo uma grande quantidade de dados a terceiros e fazendo falsas alegações para a mídia.

O tribunal distrital dos Estados Unidos em Nevada disse em sua decisão que concederá os pedidos da Tesla para encerrar o caso porque a empresa possui “razões convincentes e não têm oposição”.

O tribunal também negou o pedido de autorização de Tripp para apresentar uma resposta adicional, classificando-a como “desnecessária”.

Tesla, Tripp e os escritórios de advocacia envolvidos no caso não responderam imediatamente quando a Reuters os contatou na noite de quinta-feira.

Por Aishwarya Nair em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up