for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Justiça dos EUA acusa 6 pessoas por suborno a funcionários da Amazon

REUTERS/Lee Smith

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse nesta sexta-feira que seis pessoas foram indiciadas por um júri no Estado de Washington por conspirarem para pagar subornos comerciais a funcionários e terceirizados da Amazon.

Os indiciados planejavam pagar mais de 100 mil dólares em troca de uma vantagem competitiva injusta no marketplace da Amazon, disse o Departamento de Justiça.

Os réus usaram suborno e fraude para restabelecer produtos e contas que a Amazon havia suspendido ou bloqueado totalmente de fazer negócios em seu marketplace. Isso resultou em mais de 100 milhões de dólares em benefícios competitivos para essas contas, danos aos concorrentes e aos consumidores, de acordo com a acusação.

“A vítima final dessa conduta criminosa é o público comprador, que obtém mercadorias inferiores ou mesmo perigosas que deveriam ter sido retiradas do marketplace”, disse o procurador Brian T. Moran em comunicado.

A Amazon não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O marketplace da empresa está sob forte pressão de parlamentares e agências regulatórias que analisam as práticas de negócios da Amazon na plataforma e se isso prejudica os pequenos vendedores.

Por Nandita Bose em Washington e Jeffrey Dastin em San Francisco

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up