for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Nvidia vai montar supercomputador no Reino Unido para acelerar pesquisa contra Covid-19

Logotipo da Nvidia. 31/7/2017. REUTERS/Mike Blake

LONDRES (Reuters) - A Nvidia anunciou nesta segunda-feira que está construindo o supercomputador mais poderoso do Reino Unido. A máquina será usada com ferramentas de inteligência artificial para ajudar pesquisadores a resolver com urgência questões de saúde, incluindo às ligadas à Covid-19.

GSK e AstraZeneca, envolvidas em pesquisa de vacina contra o coronavírus, serão as duas primeiras companhias farmacêuticas a usar o equipamento, afirmou a Nvidia.

O supercomputador Cambridge-1, que deve ativado até o fim do ano em Cambridge, será um sistema NVIDIA DGX SuperPOD capaz de processar aplicações de inteligência artificial a uma velocidade de mais de 400 petaflops, afirmou a empresa.

Com isso, a máquina será a 29ª mais potente da lista dos 500 computadores mais poderosos do mundo, disse a Nvidia.

Por Paul Sandle

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up