13 de Agosto de 2015 / às 15:45 / em 2 anos

Israel propõe acordo para instalação de rede móvel 3G a palestinos

JERUSALÉM (Reuters) - Israel apresentou uma proposta à Autoridade Palestina que pode permitir a abertura de uma muito aguardada rede móvel 3G palestina na ocupada Cisjordânia.

Reuniões realizadas nesta quinta-feira levaram a um acordo em princípio e dependem de palestinos atenderem as condições israelenses, disse um porta-voz do Ministério das Comunicações. Ele não quis comentar sobre termos específicos.

As operadoras palestinas de redes móveis Paltel e Wataniya, que ainda usam tecnologia 2G e perdem dinheiro, estão buscando oferecer 3G para atender a demanda crescente por dados de aplicativos de mídia social.

Sob os acordos de paz provisórios, Israel efetivamente tem a última palavra na alocação de radiofrequências na Cisjordânia, onde a Autoridade Palestina tem poderes limitados de autodeterminação.

O ministro palestino de Telecomunicações, Allam Mousa, chamou o novo esboço de “avanço”.

“Na última reunião, algumas propostas foram feitas de acordo com nossas demandas e algumas alterações foram realizadas e podem ser estudadas para permitir que alcancemos nossas demandas”, disse Mousa à Reuters.

“Até agora não há acordo final -- é apenas mais uma rodada -- mas esta rodada alcançou uma conquista maior do que rodadas anteriores”, acrescentou.

Por Steven Scheer, Nidal Almughrabi e Ali Sawafta

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below